O fim do Universo

+2 votos
1,922 visitas
perguntou 28 Ago, 2013 em Cosmologia por lnribeiro Stardust (290 pontos)
editado 28 Set, 2013 por Administrador

Um dia o Universo vai ficar sem estrelas?

  

2 Respostas

+1 voto
respondida 23 Out, 2013 por Ricardo Teixeira AstroCurioso (1,510 pontos)
editado 16 Dez, 2014 por Guilherme de Almeida

Havia duas teorias para o fim do Universo: Big Crunch e Big Freeze.

Big Crunch é uma teoria que diz que o Universo irá para de expandir e começar a contrair, por atracção gravítica, até entrar em colapso sobre si mesmo.

Big Freeze diz que o universo continuará a expandir sem ter um fim, e determinada altura as estrelas deixaram de ser visíveis. Depois mais tarde o Universo deixará de produzir novas estrelas e aí o Universo ficará escuro e frio (temperaturas perto do zero absoluto).

Em 2003 foi criada uma nova teoria tendo em conta os dados actuais da expansão do Universo que é o Big Rip. Esta teoria diz que se a velocidade de expansão do Universo atingir uma velocidade acima do nível crítico causará a desintegração da matéria. Primeiro as galáxias separar-se-iam entre si, a gravidade já não seria suficiente para manter integrada a galáxia; depois seriam os sistemas solares a desintegrarem-se e por fim os átomos. Para esta teoria ser provável, o factor principal reside na quantidade da Energia Escura, ou seja, esta teoria só será possível se o Universo tiver Energia escura suficiente.

+1 voto
respondida 27 Out, 2013 por Guilherme de Almeida Galáctico (25,830 pontos)
editado 27 Out, 2013 por Guilherme de Almeida

Trago novas notícias sobre esta questão. Segundo o Cosmologista português Prof. Nelson Nunes, a quem coloquei a pergunta, a resposta (que agradeço) será a seguinte:

Um dia o Universo vai ficar sem estrelas?

<< A resposta rápida é que sim. Quando o combustível nuclear que faz brilhar as estrelas se esgota, elas evoluem para se tornarem um determinado género de astro frio e pouco luminoso, dependendo da sua massa.

As estrelas de menor massa terminarão a sua vida como anas negras.

Estrelas com massa inicial entre 0,08 e 8 vezes a massa do sol terminarão em anãs brancas. As estrelas com massa inicial superior a 8 vezes a massa do sol, acabarão como estrelas de neutrões ou se extremamente massivas, como buracos negros.

A expansão do Universo tem pouca importância para o destino das estrelas. Mas importa aqui esclarecer o cenário do Big Rip mencionado na resposta do Ricardo Teixeira e do João Clérigo.

O modelo do Big Rip foi proposto em 2003 porque os dados observacionais da altura, provenientes de observação de supernovas e da radiação cósmica de fundo, apontavam para um valor de w << -1, que poderia ser até consistente com w = -1.5. Este parâmetro w, corresponde à razão entre a pressão e a densidade de energia da energia escura se esta for tomada como um fluido perfeito.

De facto, para um modelo destes, a distâncias entre as galáxias tornam-se infinitamente grandes num intervalo de tempo finito. Esse momento catastrófico que resultaria no desagregar das próprias galáxias, sistemas solares, estrelas, átomos e núcleos ocorreria tão mais próximo do presente quanto mais negativo for o valor de w. Os dados mais recentes usando o satélite Planck apontam para um valor de w = -1,13 (+0,13; -0,10) onde os números entre parêntesis correspondem à incerteza no valor central. Gostaria de enfatizar que o Big Rip só acontecerá se o parâmetro w for realmente menor que -1, independentemente da abundância de energia escura, que essa conhecemos relativamente bem e é de cerca de 68% de tudo o que existe no Universo.

Entender a natureza da energia escura, isto é, conhecer o valor de w, e verificar se ele varia com o tempo ou não, é um dos desafios mais importantes da cosmologia actual. Para este efeito estão a ser usados vários aparelhos para a obtenção de dados precisos (como o Planck) e outros estão já em construção ou em fase de design (como o satélite Euclid ).>>

 

comentou 27 Out, 2013 por Guilherme de Almeida Galáctico (25,830 pontos)
editado 27 Nov, 2013 por Guilherme de Almeida

Notícia de última hora

Registo com particular agrado a inscrição na Astronomia Q&A do Prof. Nelson Nunes (cosmologista) a quem dou já as boas vindas.

É uma enorme mais-valia podermos contar com os seus esclarecimentos de Cosmologia ou de  outras áreas afins ligadas à Astronomia..

Bem-vindo ao Astronomia Q&A, lugar onde poderá perguntar e receber respostas de outros membros da comunidade.

Para profissionais e amadores nos campos da astronomia, astrofísica, astronomia e astrofísica teórica, astronomia observacional, astronomia solar, ciências planetárias, astronomia estelar, astronomia galáctica e extra-galáctica, cosmologia, astrobiologia entre muitas outras.



Antes de doar leia o nosso comunicado

154 perguntas

196 respostas

167 comentários

183 usuários

Partilhar Questão

Contador de Visitas
...