Quais as melhores zonas de Portugal para observar os céus?

+3 votos
5,833 visitas
perguntou 1 Set, 2013 em Observações Astronómicas por Marco_12 Stardust (440 pontos)
recategorizado 11 Dez, 2014 por Guilherme de Almeida
Tendo em conta todo o território do continente e dos arquipélagos portugueses, quais são as zonas mais adequadas para observar os céus?

Que localidades são mais populares entre os astrónomos?

Que outras zonas são teoricamente melhores, mas por algum motivo de acesso vedado ou complicado ?
  

2 Respostas

0 votos
respondida 2 Set, 2013 por Guilherme de Almeida Super-Nova (24,890 pontos)
editado 7 Nov, 2013 por Guilherme de Almeida

Existe, entre outros locais (Ver nota final ***)  a Reserva Dark Sky Alqueva, certificada pela Fundación Starlight** quanto a qualidade do céu. Essa certificação exige uma magnitude limite a olho nu elevada (>6) e bom seeing (< 2"). além de outros parâmetros. Um deles é o número de noites de céu limpo por ano, que tem de ser >250. Na verdade este parâmetro também foi bem superado pois atinge 286 noites/ano (dados da central solar da Amareleja) e ar frequentemente seco. 

A certificação tem prazo de validade, exigindo.-se medidas periódicas de confirmação dos requisitos. E pode ser retirada se já não houver conformidade. Espera-se que os autarcas (tradicionais adoradores da luz exuberante emitida para cima e na horizontal) tenham a sensibilidade e a sensatez suficientes para não estragar esta mais-valia...

Trata-se de uma verdadeira região demarcada de céu escuro e abrange os municípios de Portel, Alandroal, Reguengos de Monsaraz, Moura, Mourão e Barrancos. Como é óbvio nos centros dos municípios (por exemplo no centro de Reguengos de Monsaraz, ou no coração de Portel) não se pode esperar um céu excepcional...Ou seja, embora a reserva cubra 3000 km^2, as condições não são, nem poderiam ser, uniformes em toda essa área. A certificação refere-se a zonas abrigadas, mas basta que nos afastemos 15 km—20 km dessas vilas para as coisas melhorarem brutalmente, pois são aglomerados com pouca população (8000 em Portel, por exemplo).

Vejam em www.darkskyalqueva.com e em www.turismoalqueva.pt

No Monte de Santa Catarina, por exemplo, determinámos a magnitude limite a olho nu de 6,3, em determinação conservadora (ou seja, seria até um pouco melhor do que isso). E está lá, residente, um telescópio Dobson de 12  polegadas, que naquele céu faz verdadeiros milagres.
LOCAL: Latitude: 38º 26' 53.67" N; Longitude: 7º 21' 54.98" W; Elevation: 188 m.

Mapa Google 

Magnífico céu.

A Fundación Starlight está ligada ao Instituto de Astrofísica das Canárias e a certificação qualifica os locais como destinos turísticos para observação do céu (bom céu + infraestruturas turísticas de apoio). As infraestruturas de apoio são essenciais ao conceito, se queremos que a par com um bom céu haja um sítio adequado para dormir a escassas dezenas de metros do local de observação (hotéis rurais). E telescópios lá residentes...Mais informação e leitura em: http://www.darkskyalqueva.com/por/page/documentos

 

*** No LINK  http://www.blue-marble.de/nightlights/2010  é possível ver o impacto da poluição luminosa em Portugal, na Europa e no mundo. No canto superior esquerdo (no mapa do LINK) podem encontrar o comando de Zoom que é muito poderoso e permite imenso detalhe, ou até ver uma parcela de Portgual Continental. É possivel arrastar o mapa para centrar a zona pretendida para visuaização.

0 votos
respondida 27 Set, 2013 por Hugo Silva (140 pontos)
Genaricamente, o Alentejo e Trás-os-Montes são os melhores locais.

As ilhas não são locais particularmente bons para observação astronómica. No caso dos Açores é muito frequente a ocorrência de nebulosidade. A Madeira também sofre do mesmo, sendo pior na questão da poluição luminosa.

No continente o Alentejo oferece grandes extensões pouco urbanizadas, principalmente no interior, e por essa razão com menos poluição luminosa, mas tem a desvantagem da pouca altitude, que torna mais provável a presença de aerossóis no ar que diminuem a transparência. Além da Reserva Dark Sky Alqueva, a zona de Viana do Alentejo, e para leste em direcção a Portel proporciona céus de alta qualidade. A sul de Redondo também já tive boas observações, entre esta vila e Requengos de Monsaraz. Mais para norte na zona de Póvoa e Meadas/Castelo de Vide também oferece bons céus.

Ainda no continente, temos algumas zonas da Serra da Estrela, principalmente mais a leste, que aliam a altitude ao bloqueio visual do litoral oferecendo bons locais de observação, e perto de Bragança o Parque Natural de Montesinho também tem bons recantos.

Durante o inverno tanto a Serra da Estrela como Montesinho podem estar inacessíveis, mas são locais que em teoria podem oferecer excelentes locais de observação, principalmente se a atmosfera estiver particularmente limpa e seca, devido a chuvas recentes por exemplo, e se existir uma camada de nuvens que bloqueie a poluição luminosa das localidades mais baixas.

Bem-vindo ao Astronomia Q&A, lugar onde poderá perguntar e receber respostas de outros membros da comunidade.

Para profissionais e amadores nos campos da astronomia, astrofísica, astronomia e astrofísica teórica, astronomia observacional, astronomia solar, ciências planetárias, astronomia estelar, astronomia galáctica e extra-galáctica, cosmologia, astrobiologia entre muitas outras.



Antes de doar leia o nosso comunicado

149 perguntas

188 respostas

159 comentários

172 usuários

Partilhar Questão

Contador de Visitas
...