Porque é que o nosso Big-Bang não pode ser um Black-Hole de outro Universo?

+1 voto
104 visitas
perguntou 20 Nov, 2017 em Astrofísica por Antonio (200 pontos)
  
comentou 20 Nov, 2017 por Administrador Astrónomo Avançado (7,910 pontos)
Por favor, elabore mais a sua questão para que possa ser respondida. Obrigado.
comentou 20 Nov, 2017 por Antonio (200 pontos)
Muito se lê  sobre "black-holes" , "multiversos' e sobre o "big bang", mas não vejo em lado algum o big- bang tratado como podendo ser a passagem de parte de um outro universo apanhado/capturado por um "black hole" e a partir daí expandir-se como o "nosso" universo se tem expandido desde o big bang e formando novos universos quando alguns dos seus constituintes são capturados por um "black-hole".  Isto é um big-bang não poderá ser a outra parte dum black-hole? Há alguma impossibilidade teórica?

1 Resposta

+2 votos
respondida 24 Jan por João Calhau Super-Nova (13,840 pontos)

Ha algumas dificuldades no que respeita ao nosso Universo poder ser o interior de um buraco negro.

A teoria por trás desta ideia e' a de que a matéria absorvida por um buraco negro poderia, em principio, sair por um objecto semelhante chamado buraco branco (onde nada pode entrar, so sair), ligado ao buraco negro e formando aquilo a que chamamos uma ponte de Einstein-Rosen ou Buraco Minhoca. Uma estrela que colapsasse como buraco negro poderia, neste caso, criar um Universo no outro lado do Buraco Minhoca. Este Universo começaria pequeno, mas poderia eventualmente expandir-se muito um pouco como acontece com o nosso próprio Universo desde o Big-Bang. Quando o Buraco Negro no "nosso lado" desaparecesse, pelo processo de evaporação, os dois Universos separar-se-iam e tornar-se-iam independentes.

O problema é que esta teoria necessita da existencia de algo chamado "Materia Exotica". Este tipo de matéria teria propriedades "malucas" como mover-se na direcção contraria ao esperado se a empurrássemos. Até ao momento, a matéria exotica não passa de um exercício teórico e ainda ninguém a conseguiu observar.

Outro problema é que não resolve a questão de como o Universo se forma. Mesmo que o nosso Universo se tenha formado a partir de um Buraco Negro noutro Universo, de onde veio então esse Universo? Esta ideia pode levar ao problema do numero infinito de Universos o que torna a teoria não verificável.

Isto tudo assumindo que o nosso entendimento da física e dos buracos negros e evolução do Universo esta correcta claro. Pode acontecer que nos tenha escapado alguma coisa e hajam problemas nas equações que usamos na nossa física.

Neste momento não podemos dizer que o Universo não surgiu de um buraco negro mas também não podemos afirmar que o fez. Ate termos dados para verificar a validade das previsões de uma teoria, o máximo que podemos fazer é manter as hipóteses em aberto.  

Se o ingles nao incomodar, o fisico Lee Smolin deu uma Q&A onde este tema é tocado aqui.

Bem-vindo ao Astronomia Q&A, lugar onde poderá perguntar e receber respostas de outros membros da comunidade.

Para profissionais e amadores nos campos da astronomia, astrofísica, astronomia e astrofísica teórica, astronomia observacional, astronomia solar, ciências planetárias, astronomia estelar, astronomia galáctica e extra-galáctica, cosmologia, astrobiologia entre muitas outras.



Antes de doar leia o nosso comunicado

156 perguntas

202 respostas

170 comentários

189 usuários

Partilhar Questão

Contador de Visitas
...